MENSAGEM

MENSAGEM

Contar piadas é pecado ? - Padre Paulo Ricardo

sábado, 27 de julho de 2013

Papa é acolhido por multidão de jovens em Copacabana

Mais de um milhão de jovens se reuniram em Copacabana, ontem, para ver o Papa. "A juventude tem que ser forte, se alimentar de sua fé, e não se empanturrar com outras coisas."



Quem acompanhou a festa de acolhida dos jovens, ontem, na praia de Copacabana, presenciou um espetáculo. A mídia secular calculou, timidamente, que o Santo Padre foi recebido por cerca de 1,5 milhão de pessoas.

O Papa Francisco chegou ao forte de Copacabana pouco depois das 17h. Saindo daí, de papamóvel, cumprimentou os milhões de fiéis que formavam um corredor gigantesco, dos lados direito e esquerdo. Ao longo do caminho, pausas para beijar as crianças, receber presentes e até tomar um chimarrão, oferecido por um peregrino.

Chegando ao palco construído para a Jornada Mundial da Juventude, no final do trajeto, o Papa agradeceu o carinho dos jovens: disse que "os cariocas sabem receber bem, sabem dar uma grande acolhida". Também destacou a vivacidade dos peregrinos. "Primeiramente quero lhes agradecer pelo testemunho de fé que vocês estão dando ao mundo. Sempre ouvi dizer que os cariocas não gostam do frio e da chuva, mas vocês estão mostrando que a fé de vocês é mais forte que o frio e a chuva. Parabéns. Vocês são verdadeiros heróis!"

Logo em seguida, discursando em espanhol, o Papa cumprimentou seu predecessor, Bento XVI. "A ele agradecemos de todo coração. A ele, que nos convocou hoje aqui, enviamos uma saudação e um forte aplauso". Neste momento, a multidão irrompeu em uma salva de palmas. "Vocês sabem – continuou Francisco – que antes de vir ao Brasil, estive conversando com ele. E pedi-lhe que me acompanhasse na viagem, com a oração. E ele me disse: acompanho-vos com a oração, e estarei diante da televisão. Então, agora ele está nos vendo."

O Papa disse que veio ao Brasil não só para confirmar os jovens na fé, mas também "para ser confirmado pelo entusiasmo da fé" dos jovens. "Vocês sabem que na vida de um bispo há tantos problemas que precisam ser solucionados. E com estes problemas e dificuldades, a fé do bispo pode entristecer-se. Que feio é um bispo triste. Que feio é. Para que minha fé não seja triste, vim aqui para contagiar-me com o entusiasmo de vocês."


 
Após algumas apresentações, proclamou-se o Evangelho e Francisco fez uma bela homilia.
Ele ressaltou a importância de uma vida fecunda, "que dê vida a outros", e condenou o egoísmo e a idolatria de si mesmo. "Todos temos muitas vezes a tentação de nos colocarmos no centro, de crermos que somos o eixo do universo, que nós sozinhos construímos nossa vida, ou de pensar que o ter, o dinheiro e o poder são o que dá a felicidade. Mas todos sabemos que não é assim. O ter, o dinheiro e o poder podem oferecer um momento de embriaguez, a ilusão de ser felizes, mas, ao final, nos dominam e nos levam a querer ter cada vez mais, a não estar nunca satisfeitos. E acabamos empanturrados, mas não alimentados, e é muito triste ver uma juventude empanturrada, porém débil. A juventude tem que ser forte, se alimentar de sua fé, e não se empanturrar com outras coisas."
Por fim, pedindo aos jovens que colocassem Cristo em suas vidas, lembrou a importância de recorrer aos sacramentos da Penitência e da Eucaristia: "Ele te acolhe no Sacramento do perdão, com sua misericórdia cura todas as feridas do pecado. Não tenhais medo de pedir-lhe perdão, porque Ele em seu grande amor nunca se cansa de nos perdoar, como um pai que nos ama. (...) Ele te espera também na Eucaristia, Sacramento de sua presença, de seu sacrifício de amor".


Por: Equipe Christo Nihil Praeponere - www.padrepauloricardo.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formação de Afetividade

Otimas pregações em uma formação sobre Afetividade com Emmir Nogueira da comunidade Shalon. Clique e confira